Como a comida industrializada está transformando o Brasil.

As indústrias de alimentos multinacionais visam expandir o seu mercado de comida embalada. No Brasil, a venda desses produtos mais do que dobrou nos últimos 10 anos e tem chegado às regiões mais remotas do país.

 

 Fonte da imagem

Comidas ultraprocessadas são repletas de sal, açúcar e gordura. Esses petiscos e comidas vendidas prontas na verdade não são comidas, são formulações. Eis o vetor da obesidade. No Brasil, a cada ano são 1 milhão de novos casos de obesidade. E pela primeira vez na história, existem mais casos de obesidade do que de baixo peso. Críticos dizem que o fenômeno da obesidade e do aumento das doenças crônicas associadas tem sido sustentado pelo marketing agressivo nos pais em desenvolvimento. Novos clientes são atraídos de lugares mais longínquos, mudando o seu estilo de alimentação de comidas tradicionais para ultraprocessadas. O gosto desses alimentos é sem dúvida o maior atrativo da clientela. A diversidade das dietas é comprometida a partir do sucesso dessas grandes companhias alimentícias. Estamos passando por uma transição nutricional e quando ela acabar será difícil voltar atrás.

Bom vídeo!

Por Júlia Feltrin Ivers