Abril Marrom - Prevenção, Combate e Reabilitação às diversas espécies de cegueira

Abril marrom

Fonte da Imagem

Neste mês acontece o "Abril Marrom", um esforço de entidades médicas, centros hospitalares e governos com o objetivo de minimizar os graves efeitos provocados pela perda da visão e de se dedicar à prevenção e conscientização sobre a realidade das pessoas cegas ou com deficiência visual severa.

O foco principal da campanha de 2017 será o glaucoma, já que a doença desafia a medicina e é a principal causa de perda irreversível da visão. E isto se deve principalmente ao fato de ser um problema silencioso. Quando surgem os primeiros sinais, o risco de o paciente ter importante perda da visão é iminente e definitivo.

As estatísticas fornecidas pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia apontam para um total de um milhão de vítimas da doença no país. Ainda de acordo com o CBO, estima-se que 70% dos portadores não estejam em tratamento. Até 2020, com a maior longevidade da população, a expectativa é a de que 80 milhões a desenvolvam, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Atualmente no Brasil há mais de 1,2 milhão de cegos (visão corrigida igual ou inferior a 20%, cegueira legal). E a OMS estima que entre 60% e 80% dos casos de cegueira teriam condições de ser evitados ou tratados. Isso significa que aproximadamente 700 mil brasileiros poderiam estar enxergando se tivessem recebido tratamento adequado precocemente.

Para que o agravamento do quadro seja evitado, o acesso ao atendimento oftalmológico é decisivo para alterar as condições da saúde ocular. Diabéticos, crianças, adultos acima de 40 anos e idosos acima de 60 anos devem ter ainda maior atenção aos cuidados com a visão. Porém, mesmo quem não tenha doenças oculares deve visitar o oftalmologista e fazer exames de vista, pelo menos, anualmente.

Com o intuito de conscientizar a população justamente sobre a prevenção contra a cegueira, o projeto Abril Marrom promoverá testes de acuidade para a população e palestras ministradas por médicos especialistas em diversas áreas da oftalmologia. Nossos olhos são um patrimônio muito precioso e precisam receber a devida atenção.

Para acompanhar a programação do evento em são Paulo, revisite nossa matéria anterior com o vídeo da campanha.

Lei mais aqui

Autoria: Fabrícia Ramos de Freitas.