OUTUBRO ROSA - Tempo de prevenção

          A campanha “Outubro Rosa” tem como objetivo a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação social.

         Alguns tipos de câncer, entre eles o de mama, apresentam sintomas e sinais em suas fases iniciais, sendo que um em cada três casos pode ser curado se for descoberto logo no início. A detecção precoce ajuda a reduzir a mortalidade e traz melhores resultados no tratamento de alguns tipos de câncer. Por isso, é preciso desfazer crenças sobre o câncer, para que a doença deixe de ser vista como uma sentença de morte ou um mal incurável e inevitável.

Outubro rosa

http://www.granjanews.com.br/novo/sites/default/files/outubro%20rosa%20-%20GranjaNews%20

 

         O câncer de mama representa cerca de 25% de todos os tipos de câncer diagnosticados nas mulheres, sendo o mais comum entre as brasileiras, com exceção do câncer de pele não melanoma. Segundo o INCA, este ano é estimado 57.960 novos casos de câncer de mama no Brasil.

         Diversos são os fatores que estão relacionados à doença, como: envelhecimento, determinantes relacionados à vida reprodutiva da mulher, história familiar de câncer de mama, consumo de álcool, excesso de peso, sedentarismo e exposição à radiação.

         Em contrapartida, a prática de atividade física e a alimentação saudável, com a manutenção do peso corporal, estão associadas a um menor risco de desenvolver a doença. Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados quando são adotados esses hábitos. Vale ainda ressaltar que a amamentação também é considerada um fator protetor.

É importante que as mulheres, independentemente da idade, conheçam seu corpo para reconhecer o que não é normal em suas mamas. Ao identificarem alterações suspeitas, devem procurar imediatamente um serviço de saúde para avaliação profissional. Além de estarem atentas ao próprio corpo, também é recomendado que as mulheres entre 50 e 69 anos façam mamografia a cada dois anos. O exame pode ajudar a identificar o câncer antes mesmo da mulher apresentar os primeiros sintomas.

Por Paola de Souza Rezende e Fabrícia Ramos de Freitas

Leia mais em: http://www.inca.gov.br/outubro-rosa/