O compromisso de empresas na redução do consumo de sal em Nova Iorque

Redução do sal

O Departamento de Saúde e Higiene mental da cidade de Nova Iorque anunciou recentemente uma nova campanha entitulada como “Iniciativa nacional de redução de sal”. Sete grandes companhias de alimentos, restaurantes e companhias de varejo começaram a participar da iniciativa da redução do consumo de sal. Segundo os últimos estudos do Departamento de Saúde americano, a ingestão atual de sódio entre os adultos é muito mais alta do que o recomendado entre os cidadãos de Nova Iorque – a média de ingestão diária de sódio ficou em 3.150mg, ou seja, duas vezes o limite recomendado para adultos.

A maioria da população de Nova Iorque (61%) deveria consumir menos de 1.500mg de sódio por dia. Esta recomendação é aplicada para aqueles a partir de 51 anos, negros, indivíduos com hipertensão arterial, diabéticos ou doentes crônicos. Contudo, apenas 11% desta população de maior risco consome o recomendado de sódio diário. O resto da população deveria consumir menos de 2.300mg de sódio ao dia. Segundo o primeiro estudo para avaliar o consumo de sódio através da avaliação da urina de 24 horas de indivíduos de Nova Iorque, apenas 1 em cada 5 indivíduos consome o que deve em relação ao sal.

Ao reduzir a ingestão de sal, reduz-se a pressão arterial, fator de risco para doenças cardíacas e derrame. Apenas 11% do sódio da dieta provêm da adição de sal com uso do saleiro na mesa ou no momento do preparo do alimento e cerca de 80% do sódio que é consumido é adicionado ao produto antes mesmo da sua venda. O objetivo da campanha de redução de sal é diminuir o uso do sal pelos fabricantes em 25% dentro de 5 anos e assim reduzir o consumo nacional de sal em 20%, prevenindo assim a mortalidade da população. 

Foram criadas 62 categorias para produtos industrializados e 25 para restaurantes, a fim de auxiliar as empresas nesta redução. Estas empresas que começaram agora na Iniciativa de redução de sal se juntam a outras 21 empresas que já aderiram a esta causa. A Iniciativa conta atualmente com 72 parceiros, incluindo 15 cidades, 29 autoridades de estado, 19 organizações nacionais de saúde e 9 associações locais e de estado.

O apoio destas empresas demonstra a sua preocupação em manter a boa saúde da população. A redução do consumo de sal de uma população é a chave em reverter o quadro de hipertensão que pode resultar em derrame e doenças cardíacas. O benefício à saúde é muito grande.

Por Sarah Warkentin

Leia mais em: 
http://www.nyc.gov/html/doh/html/pr2010/pr002-10.shtml 
http://www.nyc.gov/html/doh/html/cardio/cardio-salt-initiative.shtml