Exercitar-se na adolescência para garantir boa saúde mental na velhice

Exercício físco

Um estudo realizado com 9.395 mulheres acima de 65 anos em Toronto, Canadá, constatou que as pesquisadas mais ativas na adolescência apresentaram menores índices de doenças associadas à saúde mental na velhice em relação àquelas sedentárias quando jovens.

O artigo científico dessa pesquisa foi publicado no “Journal of the American Geriatrics Society”, onde pode ser obtido na íntegra. Através do lin k:http://www3.interscience.wiley.com/cgi-bin/fulltext/123569173/PDFSTART