México aprova restrição de anúncios televisivos de guloseimas para crianças

Uma vez que nenhum país latino-americano dispõe de leis que proíbam a publicidade de alimentos direcionada ao público infantil, a restrição de anúncios televisivos de alimentos não nutritivos no México é considerado um importante passo na luta contra a obesidade e doenças associadas e a favor da qualidade de vida e de saúde infantis.

De acordo com a Secretaría de Salud (SSA) Federal do México, anúncios de alimentos como sucos industrializados, lanches e guloseimas não poderão mais ser exibidos na televisão aberta e a cabo das 14h30 às 19h30, de segunda a sexta. Aos finais de semana esta restrição ocorrerá das 7h às 19h30. Já para os cinemas, a regra se aplica aos filmes classificados como A (para todo tipo de público) e AA (para menores de 7 anos de idade).

Baseadas na Estrategia Nacional para La Prevención y Control Del Sobrepeso, La Obesidad y la Diabetes, as restrições relacionadas à publicidade de alimentos e bebidas não alcoólicas eliminarão cerca de 40% dos anúncios de produtos chamados não nutricionais, o que corresponde a 10.233 anúncios.

Além da publicidade televisiva, a medida também inclui o acréscimo das fontes de calorias dos alimentos e bebidas (açúcares, gorduras e gorduras saturadas) nos rótulos dos produtos.

Marketing de alimentos

 Por Laís Amaral Mais

Leia mais e assista à chamada da matéria da CNN em:

http://mexico.cnn.com/nacional/2014/07/15/autoridades-de-salud-apagan-los-anuncios-de-golosinas-en-tv-para-ninos