Publicidade Infantil e seu poder de persuasão

  • Imprimir

Com o objetivo de investigar estratégias de influência social de propagandas, foi realizada uma pesquisa por alunos de psicologia da Universidade de Brasília para avaliar a capacidade de persuasão que o marketing infantil tem sobre as crianças e seus pais.

Várias estratégias têm sido propostas por órgãos públicos e organizações não-governamentais sobre os efeitos da propaganda brasileira sobre o consumidor infantil, entre elas está o manifesto “Propaganda Infantil Não”, que luta pelo fim da publicidade e da comunicação mercadológica dirigida ao público infantil.No estudo foram identificadas as estratégias para convencer as crianças a comprarem produtos em propagandas exibidas durante intervalos de um programa infantil de grande audiência. A pesquisa constituiu-se também de entrevistas aos pais de crianças de até 12 anos, os quais mostraram acreditar que os próprios filhos são muito menos influenciáveis às táticas do que os filhos dos outros.

Maiores informações podem ser conferidas em: http://www.unbciencia.unb.br/index.php?option=com_content&view=article&id=333:pesquisa-mapeia-estrategias-de-persuasao-em-publicidade-infantil&catid=30:psicologia

http://www.publicidadeinfantilnao.org.br/

Por Adriana de Sousa Nagahashi