Volta-portal indices-obesidade-rural-slider Movimentando-menores-de-05

É com enorme alegria, que o Portal Estilo de Vida Saudável está de volta!

Residir na zona rural tem contribuído para o aumento da obesidade mundial: achados de uma publicação

Movimentando crianças menores de 05 anos

The source of articles is not selected. Please, check module settings.

Coelhinho da Páscoa, o que trazes pra mim? Obesidade, publicidade e outros brindes assim...

Páscoa e consumo

A Páscoa ainda nem chegou, mas basta uma ida ao supermercado para nos depararmos com túneis de ovos de chocolate (ou seriam de personagens e brinquedos?) cada vez maiores e a preços exorbitantes. Mas qual é mesmo o real significado desta data comemorativa?!?

Independente da religião, as crianças merecem conhecer as histórias e compreender o sentido do coelhinho e dos ovos de Páscoa. Tudo isso se perde em meio a armadilhas avassaladoras da indústria de alimentos visando às maiores vendas de chocolates do ano. Com este objetivo, utiliza-se de estratégias desleais com foco nas crianças.

O coelhinho perdeu seu espaço para personagens infantis da TV e do cinema nas embalagens de ovos, que forram as prateleiras e túneis dos supermercados. Tantas cores e informações chamativas por fora do produto não bastam; as indústrias ainda apelam para o “fator surpresa” com brindes de plástico baratos dentro dos ovos ocos de chocolate. Muitas vezes, estas estratégias são decisivas na escolha do ovo de Páscoa favorito, tornando a brincadeira um estímulo para o consumismo infantil desenvolvendo hábitos alimentares errados e aconsequente obesidade.

O abuso não se dá somente na incitação da criança pela compra do produto. Os pais também devem pagar caro pelo status que os ovos de Páscoa mais caros e mais populares trazem. Quando comparamos o preço de chocolates em forma oval com as barras/bombons comuns, nota-se um aumento amargo de cerca de 3 a 4 vezes o valor usual. Além de pagarmos mais caro, levamos menos chocolate para casa!

Diferença de preço entre chocolates

Mas com a aprovação da resolução 163, de 4 de abril de 2014, do Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente), não era de se esperar que nossas crianças estivessem mais protegidas contra a publicidade abusiva de alimentos? Pois é, apesar de a norma existir e proibir a associação de personagens e brindes a alimentos, o Conanda não tem força de lei, além de faltar fiscalização por órgão do governo.

Como não temos leis que protejam nossas crianças contra esta prática, a forma de protesto mais eficiente é buscar informações sobre os produtos, constatar seus malefícios e deixar de consumi-los. O boicote aos ovos licenciados é um ato poderoso! A denúncia contra empresas alimentícias que se beneficiam da fraqueza desta resolução e da ingenuidade infantil também é um ato de cidadania. Denuncie!

- Conanda - Conselho Nacional da Criança e do Adolescente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
- Senacon - 
Secretaria Nacional do Consumidor – Senacon: 61 2025.3112 http://bit.ly/1NTFlGM
- Novo portal do Ministério da Justiça: http://bit.ly/PortaldoConsumidorFederal
- Procon São Paulo - atendimento online: http://sistemas.procon.sp.gov.br/procon/atendimento.asp
- Procon Rio de Janeiro - atendimento online: http://www.procononline.rj.gov.br/
- Procon Bahia - email e telefone: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | (71) 3322-5275
- Procon Espírito Santo - telefone e atendimento online: disque 151 | http://bit.ly/ProconES
- Procon Santa Catarina - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
" target="_blank">Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
- Procon Minas Gerais - atendimento online: https://aplicacao.mpmg.mp.br/ouvidoria/cidadao/acesso.do?idOuvidoria=14

Ao invés de gastar valores astronômicos em ovos cheios de açúcar e gordura, opte por produtos mais naturais e com maiores porcentagens de cacau. Estimule seu filho a consumir menores porções com brincadeiras mais lúdicas, como caça aos ovinhos e pintura de casca de ovo, o que é mais saudável e aumenta o vínculo com a criança. Traga o real significado da Páscoa de volta!

 

Por Laís Amaral Mais e Sarah Warkentin

Leia mais em: http://milc.net.br/